Aprenda trade esportivo

Quero fazer Trade Esportivo, mas trabalho das 8:00 as 18:00, vai dar certo?

Quem está começando no Trade Esportivo geralmente acaba enfrentando a necessidade de manter um trabalho regular durante o dia. Isso acaba tirando um pouco do tempo para se apostar, já que a rotina em si é bem desgastante.

Esse é o caso do João Vitor, de 19 anos, que me enviou um e-mail recentemente. Eu decidi compartilhar essa história aqui no Blog porque sei que ela pode ajudar muitas pessoas que sofrem com a mesma situação.

Então, se você precisa lidar com o seu trabalho e com o desejo de se inserir no mercado de Trade Esportivo, confira este conteúdo até o final!

Trabalho x Trade Esportivo: Qual caminho seguir?

Bem, como já mencionei anteriormente, esse conteúdo vai falar um pouquinho sobre o e-mail que recebi. Não irei transcrever ele aqui, literalmente, mas vou deixar um breve resumo dele a seguir:

O João Vitor possui um emprego que vai das 8h00 até às 18h00, sem contar deslocamentos. Ele trabalha de segunda a sexta nesse horário, vai até o meio-dia no sábado e no domingo só trabalha quando precisa fazer o plantão.

Com pouco tempo sobrando, ele dificilmente consegue apostar em jogos suficientes para validar os seus métodos e por isso está pensando se o Trade Esportivo realmente vale a pena nesse momento da vida.

Cara, eu me enxergo muito nessa situação, porque lá atrás eu também precisei fazer isso. Tinha que manter o meu trabalho e o Trade e eu sei como isso pode ser pesado.

É muito difícil ter um trabalho depois do trabalho. Porque a rotina já suga muito. Você tem que lidar com os problemas da empresa, falar com teu chefe, às vezes levar trabalho para a casa. É pesado.

E isso fica ainda pior quando você fica meio que em uma necessidade iminente de fazer esse segundo trabalho “virar” da noite para o dia. Sabe, aquela cobrança para que o dinheiro comece a surgir no Trade.

Isso só piora as coisas, pois começa a se estabelecer uma relação muito emocional com as apostas, e se você me acompanha a bastante tempo, sabe como emoção e Trade Esportivo simplesmente não combinam.

Mas então, o que fazer? Largar o trabalho e viver do Trade Esportivo? Tentar conciliar ambos?

Por mais que isso possa parecer um pouco duro, é necessário falar a verdade e ser honesto. E eu não estou falando aqui para o João, beleza? Eu tô falando isso para qualquer um que esteja em uma situação parecida com a dele.

Quem está começando no Trade Esportivo ainda não ganha grana suficiente para viver só disso. Ou seja, é o trabalho “comum” que ainda te sustenta. Então todo o seu foco precisa estar nele.

É ele que corresponde a sua atividade principal, que coloca comida na mesa e te dá o dinheiro para fazer o que quiser. Sem esse trabalho, o Trade se torna vazio, porque você não vai ter absolutamente nada para apostar.

Eu não estou dizendo que você precisa abandonar o Trade e chutar o balde. Também não é assim. Só que mais do que nunca, você vai ter que entender que o Trade precisa ser apenas um hobbie nesse momento. Não dá para colocar pressão na tentativa de começar a lucrar com o Trade.

Até porque, isso leva tempo. Eu mesmo só fui começar a ganhar uma grana de verdade depois de uns 4 anos no mercado e, nesse meio tempo, eu contava com o meu trabalho para sobreviver.

O Trade vai te exigir tempo, estudo, dedicação, paciência, inteligência emocional e muitas outras coisas que simplesmente não surgem de uma hora para a outra. Ter que aprender tudo isso enquanto ainda precisa pegar no trabalho ao longo da semana simplesmente não vai funcionar.

O que eu te sugiro é: comece a ir apostando apenas em um jogo ou outro e vá tentando validar os seus métodos com o tempo, sem pressa nenhuma. Quando isso acontecer, você vai ver que em uma semana vai conseguir sacar R$50, em outra vai conseguir sacar R$100 e de pouquinho em pouquinho a coisa vai indo.

É assim que aconteceu comigo e eu tenho certeza, por experiência própria, que esse é o melhor caminho para quem está passando pela mesma situação.

Se eduque, cresça e assuma responsabilidades 

Talvez eu esteja viajando um pouco para falar isso, mas eu sou obrigado a admitir que ver alguém tão jovem falando sobre esse assunto me fez pensar no que eu falaria para os meus filhos nessa idade ou no que eu gostaria de ter feito lá atrás.

E cara, eu acredito plenamente que você deveria buscar se educar mais, crescer, assumir responsabilidades. Isso pode ser feito com um intercâmbio, com uma experiência de morar sozinho, trabalhar forte, estudar muito e seguir uma vida cada vez mais adulta e independente.

Isso é muito importante para que você possa chegar ao Trade com a maturidade e com a condição financeira de poder gastar uma grana sem se importar com o resultado final.

Além disso, quem não conseguir lidar com tantas coisas assim logo vai desistir do Trade, porque segurar a barra no trabalho, cuidar dos filhos e da família e ainda trabalhar com um mercado extremamente estressante não é nada fácil.

Como falei, talvez eu tenha fugido um pouco do assunto nessa parte, mas, de algum modo, senti que era importante falar sobre isso.

Então você já sabe: mantenha o foco no seu trabalho e vá tocando o trade em paralelo numa boa, sem responsabilidade de fazer dar certo e com o compromisso de pouco a pouco ir melhorando os seus métodos e aumentando a sua banca, entendido? Qualquer dúvida, é só entrar em contato. Valeu!

 

trader esportivo logo

      Aprenda Trade Esportivo →         

Participe do nosso canal no Telegram