Aprenda trade esportivo

 

As casas de apostas ganham dinheiro. Esta é uma verdade irrefutável, com a qual temos de conviver, gostemos ou não. Aliás, as casas de apostas existem exatamente para isso. Afinal, são empresas que, como quaisquer outras, visam lucro.

 

Logicamente que isso não é motivo para bons apostadores deixarem de faturar. Ter bons métodos de trabalho, seguir a gestão de banca e ser disciplinado estão entre os predicados de quem abocanha sua parte. Porém, como você verá neste artigo, as casas ganham até mesmo sobre os apostadores lucrativos.

 

Portanto, vamos mostrar os quatro métodos como as casas de apostas ganham dinheiro.

 

Veja também: Como apostar no Campeonato Brasileiro

 

Casas de apostas ganham dinheiro com o juice

 

Os 4 metodos como as casas de apostas ganham dinheiro 5

 

A primeira forma como uma casa de apostas ganha dinheiro é com o juice. Ou seja, a diferença entre o valor real de um determinado evento e a cotação oferecida.

 

Vamos utilizar um exemplo. Imagine que você próprio é uma “casa” e vai promover um cara ou coroa entre dois amigos. Cada um deles tem 50% de chances de ganhar a aposta, certo?

 

Então, você combina a regra do jogo com ambos: cada um coloca R$ 100 e o vencedor leva R$ 196 (lucro líquido de R$ 96). Na prática, é como se eles apostassem numa odd 1.96 – sendo que, neste caso, a odd justa seria 2.00.

 

Suponha que seu amigo A escolheu cara e seu amigo B, coroa. Você joga a moeda e a opção “cara” é a vencedora. Assim, você tira R$ 196 dos R$ 200 apostados e entrega ao vencedor. Os R$ 4 que sobraram é o lucro da casa de apostas – ou, em outras palavras, o juice.

 

Veja também: A história do padeiro que vive de trade esportivo

 

É por isso que dissemos, lá no início deste artigo, que as casas ganham até mesmo sobre os apostadores vencedores.

 

Aprenda a calcular o juice das casas de apostas

 

Calcular o juice de uma aposta é muito simples.

 

Vamos imaginar uma linha de 2,5 gols com cotações de 1,95 para o over e 1,85 para o under. Inicialmente, vamos aplicar a seguinte fórmula para cada uma das cotações: 100/(valor da odd). Dessa maneira, teremos:

 

100/1,95 = 51,28

100/1,85 = 54,05

 

Então, somamos os dois resultados. Nesse caso, chegamos a 105,33 (que é o resultado de 51,28 + 54,05).

 

Isso significa que o juice da casa nesta aposta, especificamente, é de 5,33%.

 

O juice faz parte do que chamamos de balança do mercado. É justamente para mantê-lo e evitar a arbitragem que as casas mantêm cotações parecidas. Fosse ao contrário, os apostadores poderiam investir em mais de uma opção no mesmo mercado, mas em diferentes casas, garantindo o lucro qualquer que fosse o resultado do evento.

 

Casas de apostas ganham dinheiro com o cash out

 

Os 4 metodos como as casas de apostas ganham dinheiro 4

 

Este artigo não tem o objetivo de discutir as vantagens e desvantagens da utilização do cash out. Mas, inegavelmente, esta é uma das ferramenta que mais dá lucros para as casas de apostas.

 

Aliás, aqui cabe uma observação importante. Quando nos referimos ao cash out neste texto, falamos apenas sobre a funcionalidade nas casas de apostas tradicionais. O mesmo não vale para exchanges, como a Betfair, por exemplo.

 

Veja também: 30 mil dólares operando pelo celular

 

É simples entender porque o cash out gera dividendos para as casas. Vamos imaginar que, numa partida de futebol, 100 pessoas apostaram na vitória do time A e outras 100, no triunfo do time B.

 

Quando o time A abre o placar, suas odds caem consideravelmente, gerando um lucro parcial. Então, uma parcela dos apostadores que investiram nesta equipe decide fechar a aposta. Supondo que o time A realmente ganhe o jogo, a casa de apostas lucra três vezes: com o juice, com os apostadores que escolheram o lado perdedor e ao deixar de pagar o prêmio total para aqueles que utilizaram o cash out.

 

Claro que em alguns jogos há mudanças no placar (o time B consegue a virada, por exemplo). Mas, no longo prazo, esta é uma das fórmulas que mais garante lucro para as casas de apostas.

 

Casas de apostas ganham (mais do que você imagina) com o cash out

 

Os 4 metodos como as casas de apostas ganham dinheiro 2

 

O terceiro método como as casas de apostas ganham dinheiro também está relacionado ao cash out. Isso porque, além da situação descrita acima, elas ainda embutem o juice no preço oferecido. Em outras palavras, o lucro obtido pelo apostador é menor do que o valor considerado justo pela correção das odds.

 

A implantação do cash out é um negócio tão bom para as casas que impulsionou, alguns anos atrás, o forte investimento delas em propaganda nos países europeus. Ou seja, o sistema foi capaz de gerar dinheiro suficiente para as empresas investirem fortemente em marketing, seja patrocinando clubes, emissoras de TV ou outras ações.

 

Casas de apostas ganham dinheiro com apostadores sem gestão de banca

 

Os 4 metodos como as casas de apostas ganham dinheiro 1

 

A quarta maneira como as casas de apostas ganham dinheiro reside na falta de gestão de banca dos apostadores. Inegavelmente, aqueles que não aceitam as perdas e querem recuperar os reds dando all in são grandes financiadores destas empresas.

 

Aliás, se este é o seu caso, vale a pena clicar aqui para entender como funciona o Teorema da Escada.

 

Apostadores que não sabem perder e, principalmente, não têm gestão de banca, são adorados e disputados pelas casas. Estão, inclusive, entre aqueles que jamais serão limitados.

 

Aliás, foi por causa dessas pessoas que a Inglaterra passou a ter jogos de futebol às segundas-feiras.

 

Ocorre que as casas de apostas perceberam que muitos usuários terminavam o final de semana negativos e ávidos para recuperar o prejuízo. Muitos deles, sem qualquer gestão, estavam dispostos até a apostar tudo no próximo jogo.

 

Veja também - Nova parceria: conta na MollyBet com suporte da Easy Money

 

Porém, como a partida seguinte demoraria alguns dias para acontecer, a emoção baixava. Assim, a chance de o apostador não tentar recuperar o red com all in era grande. Então, as casas pressionaram os organizadores do futebol inglês para que pelo menos uma partida fosse realizada às segundas. Era a chance de ouro de muita gente fazer all in – e das casas faturarem cada vez mais.

 

Portanto, vale até a repetição: não ter gestão de banca é uma excelente maneira de dar lucro para as casas de apostas.

 

Neste vídeo, o Nettuno explica detalhadamente os quatro métodos como as casas de apostas ganham dinheiro.

 

Talvez você não saiba o que é o teorema da escada. É possível, até, que jamais tenha ouvido falar sobre o assunto. Mas, é muito provável que você já tenha passado por ele. Afinal, o teorema da escada atinge, de certa forma, praticamente todos os traders e punters.

 

Em resumo, estamos falando de um método de recuperação de reds utilizando all in. Ou seja, uma maneira de tentar sair do prejuízo apostando todo o dinheiro da banca.

 

Neste artigo, vamos explicar como funciona o teorema da escada e mostrar seus perigos.

 

Veja também: Como apostar no Campeonato Brasileiro 

 

Teorema da escada: estamos todos sujeitos

 

Teorema da escada escada 2

 

Antes de mais nada, é preciso entender que o problema não está em cair uma vez no teorema da escada. Afinal, somos todos humanos e é natural cometermos erros. Pode acreditar: até mesmo os melhores traders do mundo já pensaram, no início da carreira, em recuperar reds utilizando all in.

 

Na verdade, o grande problema acontece com quem insiste em viver às voltas com o teorema da escada. Ou seja, por mais que a pessoa venha tomando prejuízos de maneira recorrente, ela acha que sua forma de trabalho dará certo um dia. Mas, com certeza, não dará.

 

Dessa forma, podemos afirmar que o teorema da escada faz parte da vida dos traders e punters perdedores. Ele é, acima de tudo, um fator emocional que nos leva a um círculo vicioso entre euforia e depressão.

 

Como funciona o teorema da escada

 

Vamos utilizar um exemplo para entendermos como funciona, na prática, o teorema da escada.

 

Veja também: A história do padeiro que vive de trade esportivo

 

Imagine alguém que começou agora no trade esportivo, com um banca de $ 300. Após alguns dias, entre ganhos e perdas em diversas operações, esta pessoa percebeu que seu montante caiu para $ 250.

 

É nesta hora que o iniciante (ou o veterano perdedor) tem a “brilhante” ideia de fazer um all in. Então, investe todos os $ 250 numa única operação. Parece loucura, não é mesmo? Mas, na verdade, ela está apenas começando.

 

Vamos imaginar que a entrada com os $ 250 foi vencedora. Assim, a banca deste apostador subiu para, digamos, $ 400. Lembre-se que ela era de $ 300 no início da trajetória.

 

Mais uma vez, após algumas operações, o trader em questão percebe que perdeu dinheiro. A banca, agora, é de $ 350. Então, naturalmente ele pensa: “se deu certo da primeira vez, poderá dar certo de novo, agora”. E faz outro all in.

 

Surpreendentemente, o sistema funciona mais uma vez. Então, a banca que originalmente era de $ 300, está agora com $ 600. Em outras palavras, bastaram duas entradas com all in para recuperar todos os reds anteriores e ainda garantir um lucro excelente.

 

Teorema da escada crescimento

 

No teorema da escada, o final é sempre triste

 

Com certeza, você já deve estar imaginando o final desta história. De fato, nosso personagem poderia repetir o procedimento por várias vezes. É possível até que sua banca chegue a um patamar muito alto em pouquíssimo tempo. Ele pode, por exemplo, atingir a marca dos 2k.

 

O problema é que, certamente, o red aparecerá. E quando ele vier, todo o dinheiro acumulado até então será perdido. E a banca que começou com $ 300 e chegou aos $ 2 mil, estará quebrada.

 

Teorema da escada queda 2

 

O erro de quem insiste no teorema da escada

 

Dizer que um trader tomará reds em sua trajetória parece óbvio demais. E, de fato é. Porém, ainda que esta obviedade seja tão conhecida e difundida neste universo, ainda há muita gente que se entrega ao teorema da escada.

 

O problema aqui é psicológico, de tal forma que a pessoa pode entrar no círculo vicioso da euforia e da depressão. Quem se torna vítima constante do teorema da escada não está levando em consideração o dinheiro perdido. Pelo contrário, busca a adrenalina do green com all in.

 

Voltemos ao exemplo. Nosso personagem, de fato, pulou dos $ 300 para os $ 2 mil. Aquele dinheiro foi verdadeiramente ganho, ainda que de uma forma incapaz de ser consistente no longo prazo. Em outras palavras, se ele tivesse parado tudo e feito o saque, a grana estaria em seu bolso.

 

Teorema da escada emocoes

 

Então, ao perder tudo, este apostador não consegue enxergar que o problema estava em sua gestão de banca. Como ele viu seu dinheiro crescer utilizando este método, tende a acreditar que isso funciona. E, portanto, tende a repeti-lo.

 

Dessa forma, não é “pecado” cairmos no teorema da escada enquanto novatos. O problema está em não percebermos que isso jamais (mas, jamais mesmo!) será um método lucrativo no trading e nas apostas esportivas. Em outras palavras, quanto mais tempo o trader demorar para cair nesses casos, pior será o tombo. A única certeza é que a queda acontecerá.

 

Relação entre o teorema da escada e o vício

 

Teorema da escada circulo vicioso

 

Um aspecto muito importante do teorema da escada que devemos levar em consideração é sua relação com o vício. Ou seja, quem está constantemente envolvido com o teorema, tem enorme chance de se viciar nas apostas.

 

Isso ocorre porque a pessoa fica sempre em busca do prazer de uma aposta vencedora com all in. E, de fato, é bom ver sua banca crescer repentinamente, com apenas uma entrada. O problema, como sabemos, é que chegará o dia em que ela será quebrada.

 

No caso dos viciados, a quebra da banca acaba não sendo um problema por si só. Ela se torna, na realidade, uma desculpa para começar novamente todo o processo.

 

Por isso, se você está vivendo algo semelhante, o melhor a fazer é parar tudo e buscar ajuda. Mais do que perder dinheiro no trading e nas apostas esportivas, você está causando grandes problemas a si mesmo.

 

Já aconteceu com você?

 

O Nettuno recebe muitos relatos de gente que passou – e que está passando – por situações como as descritas neste artigo. E com você, já aconteceu algo semelhante? Então, compartilhe sua história nos comentários deste vídeo, em que o Nettuno detalha o teorema da escada.

 

 

Veja também: Nova parceria: conta na MollyBet com suporte da Easy Money

As taxas premium da Betfair são um assunto comumente discutido entre os traders esportivos. E, apesar do seu nome pomposo, elas não são tão agradáveis quanto podem parecer. Por outro lado, quem as paga certamente está ganhando muito dinheiro na bolsa de apostas esportivas. E existe até uma maneira de jamais pagar taxa premium.

 

Portanto, não há motivo para se preocupar com este assunto. Afinal, se você paga taxa premium, seu lucro inegavelmente é satisfatório. E se você não paga, não significa, necessariamente, que não está ganhando dinheiro na Betfair.

 

Neste artigo, vamos entender como funcionam as taxas premium da Betfair e saber quais são os requisitos para ser elegível a pagá-las. Além disso, vamos explicar uma forma de você jamais pagar taxa premium.

 

Como não pagar taxas premium da Betfair

 

As boas notícias devem vir sempre em primeiro lugar, certo? Então, logo de cara, vamos explicar uma maneira de você nunca ser obrigado a pagar taxa premium. Ou seja, independentemente de quanto você ganhar, sua taxa será sempre a mesma.

 

Estamos falando da TraderBet, a white label da Betfair que acaba de ser lançada no Brasil. Neste vídeo, o Nettuno explica detalhadamente como tudo funciona:

 

 

Viu, só? Além de não pagar taxa premium, na TraderBet você ainda tem uma taxa comum bem menor do que a cobrada na Betfair.

 

Quem paga taxa premium?

 

Entenda as taxas premium da Betfair ilustracao 1

 

Mas, voltemos à questão da taxa premium, que é o pagamento de 20% dos seus ganhos para a Betfair em determinado período. Em outras palavras, enquanto sua conta estiver elegível para esta taxação especial, você “devolve” para a casa 20% do que ganhou.

 

Então, vamos entender quais são os apostadores que a pagam. Aliás, eles são bem poucos, pois estima-se que esta taxação atinja apenas 0,5% dos usuários cadastrados na bolsa.

 

Pois bem. Para pagar taxa premium, você precisa cumprir três requisitos:

 

- Sua conta tem de ser lucrativa

- Ter operado em pelo menos 250 mercados

- Ter pago menos de 20% de taxas sobre seus lucros

 

Os dois primeiros itens certamente são de fácil compreensão. Vamos, então nos ater ao terceiro, que requer uma explicação mais detalhada.

 

Como a Betfair calcula a taxa premium

 

Entenda as taxas premium da Betfair ilustracao 1

 

Via de regra, a Betfair cobra 6,5% de comissão sobre os trades vencedores. Este valor até diminui com o passar do tempo, no entanto vamos utilizá-lo como base.

 

Suponha que você ganho R$ 100 num trade. Naturalmente, pagou R$ 6,50 para a Betfair. Logo em seguida, você ganhou mais R$ 500. Então, pagou R$ 32,50. Agora, vamos imaginar que, na sequência, você perdeu R$ 550 numa operação. Obviamente, neste caso, não há taxa a ser paga. No entanto, isto já mudou sobremaneira sua porcentagem de taxação.

 

A conta é simples. Seu saldo é de R$ 50 (R$ 100 + R$ 550 - R$ 50). E a comissão que você pagou, até agora, foi de R$ 39 (R$ 6,50 + R$ 32,50). Logo, as comissões pagas por você representam 78% do seu lucro atual. Em outras palavras, você está bem acima dos 20% máximos exigidos como norma para sua conta ser elegível à taxa premium.

 

De fato, a gangorra do ganha e perde a que naturalmente um trade esportivo está exposto dificulta que o somatório das taxas pagas seja menor do que 20% dos seus ganhos.

 

Como saber se você paga taxa premium

 

É muito simples descobrir se sua conta está elegível a pagar taxa premium. Para tanto, basta seguir os seguintes passos.

 

1 – Uma vez logado na página de Exchange da Betfair, clique em “A minha conta”

2 – Em seguida, clique em “A minha conta Betfair”

3 – Vá até o item “Atividades”

4 – Então, procure o item “Taxas premium”. Se não aparecer, é porque sua conta não está elegível a pagá-las. Se apareceu, é só clicar e conferir detalhes dos seus pagamentos.

 

Note que a Betfair muda constantemente o layout e algumas nomenclaturas de seu site. No entanto, as taxas premium sempre vão surgir (quando existirem, é claro) no registro de atividades de sua conta.

 

Um ponto bastante importante é que a Betfair dá $ 1.000 de bônus, na sua moeda, para pagamento de taxas premium. Ou seja, os seus primeiros $ 1.000 desta taxação ficarão por conta da casa.

 

Vou pagar taxa premium a vida toda?

 

Entenda as taxas premium da Betfair ilustracao 2

 

Outra dúvida bastante comum é se os pagadores de taxa premium o farão por toda a vida. E a resposta é não! A taxa premium, de fato, só é cobrada quando aquela conta atinge todos os requisitos. E, como vimos, não é simples ter pago menos de 20% de comissão ao longo de todo seu tempo de trader.

 

Em outras palavras, isso significa que, eventualmente, você poderá ter de pagar taxa premium por um curto período de tempo. Aliás, vale lembrar, o sistema da Betfair analisa as contas semanalmente para saber quais são as elegíveis.

 

Então, vamos supor que naquela semana você cumpriu os requisitos para ser taxado. Porém, naturalmente já pagou comissão de 6,5% sobre os lucros. Então, o que a Betfair fará é tirar mais 13,5% (resultado de 20 - 6,5) sobre seus ganhos daquela semana.

 

Como vimos, são poucos os traders que ficam elegíveis a pagar taxa premium. Dessa maneira, é possível que alguém seja lucrativo durante toda a vida na Betfair e jamais pague esta comissão especial.

 

Não se preocupe com a taxa premium

 

Agora que já sabemos o que é a taxa premiu e inclusive como nunca pagá-la, vamos ao mais importante. Não foque nisso!

 

É realmente mais válido concentrar seus esforços e sua energia em realizar um bom trade do que se preocupar com algo que, de fato, pode jamais acontecer. Claro que vale a pena conhecer o assunto, mas o importante, mesmo, é ter o foco no que interessa, ou seja, o trade.

 

Assim, concentre-se em estudar o assunto, ter boa gestão de banca, estratégia e disciplina.

 

Neste vídeo, o Nettuno explica detalhadamente como funcionam as taxas premium da Betfair.

 

Imagine uma pessoa que está dando seus primeiros passos no trade esportivo. Primeiramente, claro, ela abre uma conta na Betfair e faz seu depósito inicial. Agora, imagine que passados menos de dois meses, aquela banca surpreendentemente cresceu 6.000%. Parece loucura, não é mesmo? Pois foi o que aconteceu com o personagem desta história, contada por ele próprio ao Nettuno.

 

No entanto, diferentemente da trajetória do padeiro que vive de trade esportivo, este caso não tem final feliz. Por outro lado, é uma realidade que serve de alerta a todos que, de alguma maneira, estão envolvidos no universo do trade e das apostas esportivas. Então, vamos conhecer a história do rapaz que ganhou 30 mil dólares operando pelo celular.

 

 

Começando a operar com 500 dólares

 

30 mil dolares operando pelo celular Betfair

 

Esta história começa no dia em que nosso personagem se cadastra na Betfair, com o intuito de dar seus primeiros passos no trade esportivo. Ele, então, deposita 500 dólares e passa a operar.

 

Aliás, já temos aqui um primeiro detalhe que poderá explicar muita coisa lá na frente. Ele operava apenas via telefone celular. Embora este não seja enorme problema, sem dúvida ilustra a desinformação do rapaz. Operar pelo celular é plenamente viável em vários momentos. Mas, com certeza, é praticamente impossível sobreviver no mercado agindo somente desta forma.

 

Aos poucos, nosso personagem foi crescendo sua banca. E, mais grave do que operar no telefone, ele utilizava métodos extremamente arriscados. Ou, melhor dizendo, nem sequer tinha métodos. Da mesma forma, a tão importante gestão de banca também era ignorada. Tanto que os reds eram recuperados com all in.

 

 

De 500 dólares a 30k de banca no trade esportivo

 

30 mil dolares operando pelo celular dinheiro

 

Seja como for, o rapaz vinha acumulando sucesso. Aliás, isso é bastante comum aos novatos, que conseguem ganhar no começo. O problema, como veremos adiante, é manter a tão desejada consistência, palavrinha quase mágica no universo das apostas e do trade esportivo.

 

Pois, um belo dia, nosso trader olhou para seu saldo na Betfair e viu a incrível marca de 30 mil dólares. Ou seja, sua banca inicial havia valorizado 6.000% em apenas aproximadamente dois meses. Só para ilustrar, levando em consideração a cotação do dólar em maio de 2019, ele tinha cerca de R$ 120 mil.

 

O que ele fez, então? Percebeu a lucratividade enorme que havia conseguido e sacou metade deste valor. Na verdade, transferiu os 15 mil dólares para sua carteira da Neteller, que naquela época ainda aceitava clientes da Betfair no Brasil.

 

 

De 30 mil dólares à quebra da banca em poucas horas

 

30 mil dolares operando pelo celular sem dinheiro

 

Você se lembra que, no começo deste artigo, mencionamos que nosso personagem não tinha gestão de banca. Foi dessa maneira, sem qualquer método, que ele chegou aos 30 mil dólares operando pelo celular. E como acontece com qualquer trader ou apostador que não tem uma boa gestão de banca, sua quebra estava próxima de acontecer.

 

Com 15 mil dólares de saldo na Betfair, o rapaz resolveu seguir operando da mesma maneira que vinha fazendo até então. Assim, fez uma entrada de 5 mil dólares, que resultou em prejuízo. Com o propósito de recuperar o red, ele então apostou os 10 mil dólares que sobraram. O resultado? Novo tombo e a banca zerada.

 

Mas, como o “método” de recuperar os reds com all in vinha dando certo até então, ele devolveu à sua banca os 15 mil dólares que havia transferido para a Neteller. Aliás, não só fez isso, com também apostou todo este valor num único trade. Como você deve imaginar, a ideia deu errado e o nosso personagem perdeu tudo.

 

 

‘Só foi pior quando perdi meu pai’

 

30 mil dolares operando pelo celular triste

 

Esta história foi contada pelo próprio rapaz num longo relato enviado ao Nettuno. Em meio à narrativa, uma frase, sobretudo, chamava a atenção. “A única vez na vida em que tive um sentimento pior do que quando quebrei a banca, foi no dia em que perdi meu pai”, dizia ele.

 

E não é para menos. O que aconteceu com este nosso personagem foi um baque psicológico tremendo. Afinal, ele tinha 30 mil dólares nas mãos. Era um dinheiro real, estava lá no saldo da Betfair. Pertencia a ele, por direito. Bastava sacar e fazer o (bom) uso que quisesse.

 

Mas, bastaram poucas horas e apenas três entradas mal-sucedidas para que toda esta quantia fosse embora. A analogia com a morte do pai, feita por ele próprio, talvez ajude a explicar um pouco o sentimento do rapaz. E também nos dá a dimensão do tamanho do drama.

 

 

Pecados mortais do trader esportivo

 

Analisando o caso, fica claro que diversos aspectos importantes foram deixados de lado por ele nesta caminhada. Nada do que aconteceu foi surpresa para um trader ou apostador experiente. Quem está nesse meio há algum tempo sabe bem que chegar ao topo não é tão complicado quanto manter-se lá em cima.

 

Infelizmente, os erros que este rapaz cometeu são mais comuns do que podemos imaginar. Claro que nem todo mundo chega a valores tão altos, mas, certamente, muita gente perde dinheiro desnecessariamente. Seja por desinformação, por confiar em promessas de ganhos fáceis ou até por preguiça de estudar.

 

Em primeiro lugar, o rapaz desta história não tinha um método de trabalho definido. Ele fazia as entradas quase que na intuição, sem adotar critérios relevantes. Ademais, havia a ausência de gestão de banca. Este, aliás, é um assunto importantíssimo, em torno do qual orbitam outros temas relevantes do trade e das apostas esportivas.

 

Possuir uma gestão de banca adequada e, principalmente, respeitar esta gestão, é um “segredo” do sucesso neste meio. Antes de ser lucrativo, qualquer apostador precisa sobreviver no mercado. E, para tanto, é fundamental saber quanto colocar em cada entrada, sob o risco de ter um final triste como o desta história.

 

Por fim, o pecado mortal do nosso personagem foi deixar de lado o controle emocional e tentar recuperar os reds. É sempre bom lembrar: cada trade é um trade e reds não se recuperam. Ao contrário, eles fazem parte deste negócio.

 

O objetivo de trazer a público esta história é ajudar e alertar, especialmente quem está no início da caminhada. Fazendo tudo corretamente, sua história não terá este final. Pode acreditar.

 

Veja aqui o vídeo do Nettuno contando o caso do trader que ganhou 30 mil dólares operando pelo celular.

Você já parou para pensar como o trade esportivo pode mudar sua vida? Não se trata de ganhar dinheiro fácil, muito menos de encher os bolsos enquanto assiste futebol na TV. Pelo contrário, falamos de trabalho sério, com método, disciplina e gestão de banca. Então, vamos conhecer neste artigo a história do padeiro que vive de trade esportivo. Aliás, faremos mais do que isso. Convidamos você a refletir sobre seu momento de vida e o quanto decisões bem tomadas agora podem impactar positivamente no futuro.

 

Padeiro trade esportivo 1

 

O padeiro no curso de trade do Nettuno

 

Há alguns anos, um aluno chamou a atenção num dos cursos presenciais de trade dirigidos pelo Nettuno. Afinal, diferentemente dos demais cursantes, o rapaz era extremamente tímido e, por consequência, quieto. Um silêncio que só foi quebrado na manhã do segundo dia de aulas. Foi quando, numa conversa reservada com o professor, ele contou sobre a timidez e pediu explicações sobre o conceito de lay.

 

Depois que o curso terminou, nosso personagem – então com 19 anos de idade – iniciou uma longa troca de e-mails com Nettuno. Ao mesmo tempo, ele ia aprimorando seu trade e chegando cada vez mais perto da tão sonhada consistência.

 

Ao longo desse tempo, foram centenas de mensagens trocadas. Professor e aluno discutiam conceitos de trade, abordavam os jogos, comentavam sobre técnicas. Essa grande troca de experiências fez com que ambos se aproximassem. E, aqui, vale um parêntese nesta história.

 

Talvez o trade esportivo não te dê dinheiro. Talvez até dê, embora menos do que você imagina que vai ganhar. Ou talvez lhe dê muita grana. Mas, independentemente disso, o que certamente esta atividade pode te garantir – e de graça – é a construção de amizades. Engana-se, portanto, quem pensa que o trade é um trabalho solitário. Pelo contrário, reside nele uma chance enorme de conhecer pessoas incríveis. Mas isso é tema para outro artigo.

 

O padeiro começa a pensar em viver de trade

 

Padeiro trade esportivo 5

 

Mas voltemos à história do padeiro que vive de trade esportivo. Cerca de um ano depois do início da troca de mensagens com o rapaz, um longo e-mail esperava por Nettuno em sua caixa de entrada. Nele, o amigo pedia conselhos para uma radical mudança de vida que pensava em fazer. Ele cogitava a possibilidade de largar o emprego para ganhar a vida fazendo trade esportivo.

 

No momento em que viu o e-mail, Nettuno não teve dúvidas em desaconselhar o rapaz. Afinal, ainda que o ex-aluno relatasse ser consistente havia seis meses, a decisão que ele pensava em tomar era demasiadamente arriscada. Por isso, a dica era seguir trabalhando normalmente e se aprimorando no trade nas horas vagas.

 

O trade como esperança de vida melhor

 

Dessa maneira, nosso personagem seguiu o conselho de Nettuno. Mas não por muito tempo. Alguns meses depois, um novo e-mail revelava ao professor a história de vida do rapaz.

 

Padeiro trade esportivo 1

 

Todas as madrugadas, o despertador tocava pontualmente às 4h no quarto localizado nos fundos de uma casa em São Paulo. Era ali, num pequeno espaço alugado, que morava o jovem que sonhava viver de trade. O grito do despertador era a senha para o início de mais um dia.

 

O rapaz trabalhava de auxiliar de padeiro. Seu expediente ia até as 19h, de segunda a sábado. E também precisava dar expediente uma vez a cada dois domingos. Sem pai – e com a mãe morando distante –, o caminho entre a casa e a padaria só era preenchido pela esperança em mudar de vida.

 

O excesso de trabalho, a moradia pouco desejada e os finais de semana ocupados nem eram, por assim dizer, os principais problemas do rapaz. O que o incomodava, de fato, era a ausência de perspectiva. E foi justamente este trecho do e-mail o que mais chamou a atenção de Nettuno.

 

Em resumo, em determinado momento do relato, o jovem dizia que sua única possibilidade de mudar de vida, naquele momento, era esperar que o padeiro morresse. Exatamente, caro leitor, você não entendeu errado. O rapaz só seria promovido a padeiro se o titular da vaga fosse, digamos, fazer pão para os anjos.

 

Isso está errado! Ninguém pode ter uma perspectiva profissional que dependa da morte, da aposentadoria ou algo que o valha de outra pessoa. Precisamos nos dedicar a uma atividade que, além de trazer ganhos financeiros, também nos faça feliz. E este, certamente, não era o cenário vivido pelo rapaz.

 

A decisão do padeiro: viver de trade esportivo

 

Ainda que tenha sido mais uma vez desaconselhado pelo Nettuno, nosso personagem, então, tomou a decisão. Deixou o emprego e passou a viver exclusivamente de trade esportivo. Depois de um primeiro mês de resultados ruins, engrenou lucros e hoje constrói sua caminhada financeira. Inclusive, abandonou o quarto alugado e agora mora numa casa.

 

É provável que neste momento uma pergunta esteja passando pela sua cabeça. Afinal, se tanta gente tenta viver de trade e se dá mal, por que este jovem conseguiu? O que ele tem de diferente?

 

Padeiro trade esportivo 2Imagem: gotcredit 

 

A resposta pode ser dada por vários vieses. Um deles está na disciplina, presente desde quando ele mal sabia o que era lay e foi atrás da informação. Outro está na dedicação. O que seria dele se o cansaço e a falta de energia o dominassem, dia após dia, ao voltar para casa? Pelo contrário, ele sempre encontrava uma maneira de se aprimorar no trade.

 

Mas o que certamente mais chama a atenção é a noção que este rapaz teve do tempo. Ele não deixou o emprego na esperança de ficar rico do dia para a noite. Em nenhum momento, pulou etapas no seu aprendizado. Em outras palavras, seu mérito esteve em sempre ter a exata noção do que o trade poderia lhe dar e o tempo que isso demoraria.

 

Preconceito com apostas esportivas

 

Esta história ainda não está 100% completa. Isso porque, com medo do preconceito, o rapaz não contou à mãe o que faz. Ela pensa que seu filho trabalha como técnico de informática.

 

É inegável que a decisão de falar abertamente sobre apostas deve ser individual de cada um – e isso precisa sempre ser respeitado. Porém, quanto mais apostadores que levam a sério este trabalho se abrirem ao mundo, mais fácil será vencermos o preconceito.

 

Mas isso é tema para outro artigo.

 

Veja abaixo o próprio Nettuno contando a história do padeiro que vive do trade esportivo.

 

O Campeonato Brasileiro é a principal competição de futebol do País. O Brasileirão, como o chamamos carinhosamente, reúne os 20 principais times do Brasil. De abril a dezembro, são 38 rodadas e 380 jogos. Ou seja, um prato cheio para quem gosta de apostas esportivas. E, acima de tudo, uma boa chance de ganhar dinheiro. Afinal, nós que vivemos por aqui temos mais informações sobre nosso próprio futebol do que qualquer estrangeiro, não é mesmo? Então, fique atento, pois vamos te mostrar, neste artigo, como apostar no Campeonato Brasileiro.

 

Conheça melhor o Brasileirão

Antes de sabermos como apostar no Campeonato Brasileiro, é importante conhecermos um pouco mais sobre esta competição.

 

Pelas contas da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o Brasileirão 2019 será a 63ª edição do campeonato. Isso porque a entidade leva em consideração também a Taça Brasil e o Torneio Roberto Gomes Pedrosa. Estas duas competições eram disputadas anteriormente a 1971, primeiro ano em que o Campeonato Brasileiro teve este nome.

 

O maior campeão da história é o Palmeiras, com 10 títulos. Aliás, o Verdão é, também, o atual campeão nacional. Porém, se considerarmos apenas as conquistas a partir de 1971, o Corinthians é o maior vencedor, com sete troféus.

 

PalmeirasO Palmeiras é o atual campeão brasileiro / Foto: Lucas Figueiredo/CBF

 

Assim como ocorre desde 2003, nesta temporada a competição é disputada no sistema de pontos corridos. Isto é, todos os times se enfrentam em turno e returno. Ao final das 38 rodadas, a equipe que tiver mais pontos será a campeã. Este sistema, aliás, favorece os apostadores, pois permite o cruzamento de dados estatísticos tanto dos times quanto do próprio campeonato. A grande novidade para este ano é a presença do VAR, o árbitro de vídeo, em todas as partidas.

 

Já conhecemos, portanto, a história e o regulamento do Brasileirão. Então, chegou a hora de sabermos como apostar no Campeonato Brasileiro.

 

Como apostar no Campeonato Brasileiro pela Betfair

 

Betfair

 

Os jogos do Brasileirão estão disponíveis em muitas casas de apostas. Várias delas, inclusive, oferecem bônus a novos apostadores, como você verá ainda neste texto. Mas, primeiramente, vamos mostrar duas maneiras bem interessantes de como apostar no Campeonato Brasileiro.

 

A primeira delas é pela Betfair, a principal bolsa de apostas do mundo. Com toda a certeza, esta é também a melhor casa para se fazer trade esportivo. Na prática, a Betfair funciona como uma espécie de bolsa de valores. Ao invés de comprar e vender ações, no entanto, os usuários negociam as odds, nos mais variados mercados.

 

São inúmeras as estratégias disponíveis para um trader trabalhar na Betfair. É possível, por exemplo, buscar o gol a seu favor e lucrar com uma grande variação do mercado. Também há a possibilidade de trabalhar visando uma pequena variação das odds. Da mesma forma, é nesta bolsa que os traders podem fazer lay, ou seja, apostar contra determinada equipe ou evento. O conhecido Método dos Ciclos, criado pelo Nettuno, é um bom exemplo de gestão de banca fazendo trade na Betfair.

 

Além disso, na Betfair também é possível fazer entradas punter ou mesmo apostas de longo prazo. Um dos mercados abertos, por exemplo, é o de campeão brasileiro 2019.

 

Se você ainda não está familiarizado com o funcionamento da Betfair, dê uma olhada no Guia para iniciantes preparado pelo Nettuno. E para abrir sua conta na Betfair, basta clicar neste link.

 

 

Como apostar no Campeonato Brasileiro pela MollyBet

 

MollyBet

 

Considerada a melhor plataforma de apostas do mundo, a MollyBet também disponibiliza uma série de mercados no Brasileirão. Aliás, apostar utilizando a MollyBet traz diversas vantagens. A principal delas é que, assim como ocorre na Betfair, o usuário jamais será limitado. Além disso, a liquidez é altíssima, permitindo que o apostador invista grandes quantias de uma só vez.

 

Como dissemos, a MollyBet é uma plataforma – e não uma casa de apostas. Assim, o que ela faz é reunir as melhores bookies do mundo, especialmente as asiáticas. Dessa forma, o apostador não precisa ter conta em várias casas. Basta utilizar apenas a plataforma, que se encarrega de buscar as melhores odds, dentre outras funcionalidades.

 

Para se cadastrar na MollyBet é necessária a intermediação de um agente, que funciona como uma espécie de gerente da sua conta. No Brasil, um dos agentes oficiais credenciados pela plataforma é a Easy Money, empresa referência no mercado de vendas e compras de créditos on-line. Com 100% de sucesso nas suas transações, a Easy Money dispõe de profissionais especializados, que dão todo o suporte necessário ao usuário.

 

Então, para ser cliente da MollyBet e usufruir de todos estes benefícios, basta entrar em contato clicando aqui. E se você quiser saber um pouco mais sobre a plataforma, confira este texto e o vídeo feito pelo Nettuno.

 

 

Como apostar no Campeonato Brasileiro com bônus das casas

 

TroféuO cobiçado troféu de campeão brasileiro / Foto: Lucas Figueiredo/CBF

 

Além da Betfair e da MollyBet, outra maneira de apostar no Campeonato Brasileiro é utilizando os bônus das casas de apostas. Nós preparamos aqui uma seleção especial, com os principais sites e os valores dos seus respectivos bônus. Além disso, temos o link para cadastro nas diversas casas de apostas e algumas observações importantes sobre cada uma delas.

 

Utilizar os bônus pode ser uma boa maneira de crescer sua banca e dar os primeiros passos nas apostas esportivas. Porém, é preciso muito cuidado. Ao contrário do que alguns apregoam por aí, fazer o rollover nem sempre é tão simples. De toda forma, se você trabalhar sério, tiver um método bem definido e seguir sua gestão de banca, é possível, sim, garantir um lucro com os bônus. E, claro, leia atentamente os termos e condições das casas nas quais eventualmente você decidir se cadastrar.

 

Caso você opte por buscar os bônus das casas de apostas, fica a dica para que abra também uma conta na VCreditos. Isso irá facilitar bastante os depósitos e saques, assim como a movimentação de dinheiro entre uma casa e outra.

 

Boas apostas no Brasileirão

Portanto, agora você já sabe como apostar no Campeonato Brasileiro. Aliás, boas oportunidades certamente não vão faltar nesta competição tão apaixonante. Seja pela Betfair, pela Molly Bet ou mesmo buscando os bônus das casas de apostas, leve suas entradas a sério. Em outras palavras, tenha responsabilidade com seu dinheiro e saiba que, neste mundo, o que vale são os ganhos em longo prazo.

 

Confira também este vídeo do Nettuno sobre como apostar no Campeonato Brasileiro.

 

 

Você já imaginou poder apostar à vontade, com altos limites e sem risco algum de limitação? Certamente, este cenário é o sonho de qualquer apostador. Pois isso não somente já é possível, como também está plenamente ao alcance de qualquer um. Afinal, embora as casas de apostas nos limitem, há uma plataforma profissional que nos recebe de braços abertos. Estamos falando, evidentemente, da MollyBet. É uma ferramenta espetacular, que acaba de firmar parceria com a Easy Money, empresa referência no mercado de vendas e compras de créditos on-line. Neste artigo, você vai conhecer a melhor maneira de abrir uma conta na MollyBet. Para abrir sua conta na Mollybet entre em contato com https://easymoneycreditos.com/

 

 

mollybet

 

 

Vantagens da MollyBet

 

Iniciar suas apostas na MollyBet é algo extremamente simples. A Easy Money garante toda a intermediação e o suporte. Mas, antes de efetivamente tornar-se cliente, é importante que você conheça diversas vantagens desta plataforma.

 

Antes de mais nada, vale ressaltar que a MollyBet não é uma casa de apostas. Trata-se, na verdade, de uma plataforma que reúne gigantes do mercado mundial. Lá estão casas como a Pinnacle e a Betfair, por exemplo, apenas para citar duas bastante conhecidas do público brasileiro. Além disso, a MollyBet ainda trabalha com casas de origem asiática, que são voltadas exclusivamente às plataformas.

 

Por causa deste grande leque de casas à disposição, a MollyBet consegue, invariavelmente, oferecer as melhores odds do mercado. Isso permite, portanto, que o usuário potencialize seus ganhos no longo prazo. Ao mesmo tempo, a plataforma jamais limita seus usuários. Ou seja, mesmo sendo muito lucrativo, você nunca receberá aquele e-mail desagradável, informando que seus limites caíram bruscamente em determinada casa.

 

 

Como funciona a MollyBet

 

Com o suporte da Easy Money e apenas um pouco de prática, você certamente entenderá o funcionamento da plataforma muito rapidamente. De todo modo, vamos fazer aqui uma demonstração de como uma aposta pode ser colocada na Molly Bet.

 

Após escolher o idioma em que pretende operar, basta digitar login e senha para entrar na plataforma. Aqui, só para exemplificar, mostraremos em detalhes como colocar uma aposta em futebol. Porém, a MollyBet permite que os usuários trabalhem também com tênis, basquete, futebol americano, beisebol, hóquei no gelo, críquete, rúgbi, boxe e MMA.

 

Para escolher o jogo em que se pretende operar, basta digitar o nome de uma das equipes no campo de buscas. Outra opção é procurar pela liga na barra que fica do lado esquerdo da tela. Vamos usar como exemplo o mercado de match odds na partida entre Napoli e Atalanta, pelo Campeonato Italiano.

 

 

napoli 4

 

 

À primeira vista, já temos aqui uma informação relevante: as odds oferecidas no momento. Assim, sabemos que a vitória do Napoli está na cotação 2.040, o empate em 3.500 e a vitória da Atalanta em 3.650. Vamos supor, então, que você queira apostar no triunfo do clube napolitano. Ao clicar sobre a odd correspondente, uma nova janela se abrirá. Nela, estarão listadas todas as casas que oferecem o back Napoli e suas respectivas odds.

 

 

napoli 2

 

 

Dessa forma, tudo o que apostador precisa fazer é preencher três campos nesta nova janela. O primeiro, do lado esquerdo, diz respeito ao tempo que a aposta ficará pendente, caso a odd não chegue ao mínimo estipulado pelo usuário. O segundo, no meio, é o valor da aposta propriamente dito. E o terceiro, à direita, é a cotação mínima em que se pretende apostar.

 

No caso do futebol, além do match odds, a MollyBet oferece os mercados de handicap asiático, over e under, gols das equipes, ambas marcam e resultado correto. Também é possível fazer as apostas em HT e em cantos. Nos escanteios, aliás, os mercados estão disponíveis tanto para o jogo todo quanto para o primeiro tempo.

 

Qualidade da MollyBet, com suporte da Easy Money, à sua disposição

Dissemos no começo deste artigo que a MollyBet é uma ferramenta espetacular. E motivos não faltam para usarmos este adjetivo. Afinal, como você já sabe, trata-se de uma plataforma que não limita o usuário e trabalha em busca das melhores cotações para suas apostas. E agora, com a parceria firmada com a Easy Money, é possível ter tudo isso à disposição, além de um grande suporte dado por profissionais especializados.

 

 

easy

 

A MollyBet tem por política valorizar o apostador vencedor. Os ganhos da plataforma vêm das apostas colocadas. Desse modo, é cobrada uma taxa de 1,5% sobre o valor investido, independentemente de a aposta ter sido vencedora ou não.

 

No momento da abertura da conta, o usuário poderá escolher se pretende operar em reais ou euros. No caso da moeda brasileira, o depósito inicial mínimo é de R$ 400. Já quem optar pela moeda europeia deve depositar, inicialmente, pelo menos € 150.

 

 

Como abrir uma conta na MollyBet

 

Para abrir uma conta na MollyBet é necessária a intermediação de um agente. É ele quem te dará todo o suporte necessário no dia a dia, além de efetuar depósitos, saques e intermediar a relação entre usuário e plataforma.

 

Então, nada melhor do que ter à disposição um agente com a credibilidade e a competência da Easy Money. Em outras palavras, isso significa aproveitar os benefícios da parceria entre estas duas expoentes do mercado das apostas.

 

A Easy Money nasceu com o propósito de facilitar a vida de quem precisa depositar e sacar dinheiro de sites de apostas e pôquer. Sua carteira de clientes já conta com potências como Betfair, PokerStars e AstroPay, entre outras. Recentemente, firmou uma parceria também com a TopStream, o melhor serviço de stream disponível atualmente.

 

A Easy Money também se orgulha de ter 100% de sucesso em suas transações. Foi justamente esta confiança dos usuários, aliada ao bom serviço prestado, que fez nascer a parceria com a MollyBet.

 

Assim, para tornar-se cliente da MollyBet e contar com todo o suporte da Easy Money. Para abrir sua conta na Mollybet entre em contato com https://easymoneycreditos.com/. Você receberá todas as instruções sobre como deve proceder. E, claro, terá acesso a uma equipe altamente especializada, pronta a te dar todo o suporte necessário.

 

Neste vídeo, o Nettuno explica detalhadamente como tudo funciona.

 

 

Neste vídeo de hoje faço um contra ponto ao meu último vídeo dos 30k pelo celular. Conto a história do padeiro que vive de trade esportivo.

 

Esta pequena série de vídeos acabou virando uma mini trilogia, se você não assistiu aos vídeos anteriores, assista nesta ordem.

1º - Teorema da Escada - https://youtu.be/3tLu3fxEqO0

2º - 30k pelo Celular - https://youtu.be/iKhKNwIAbzY

3º - O padeiro e o Trade Esportivo - https://youtu.be/n4IXVJCXOeE

Abraços, Nettuno...

Participe do nosso canal no Telegram